Trilha Inca ou Salkantay: Qual escolher?

0
1331

Existem várias maneiras de chegar às ruínas de Machu Picchu, desde passeios bate-volta até trekking de vários dias. Desde os anos 70, novas rotas e circuitos de trilhas foram adicionados e expandiram as possibilidades de chegar à cidade sagrada. Neste artigo mostramos as duas principais rotas de trekking: a popular Trilha Inca e Salkantay, a alternativa.

TRILHA INCA

Este é o trekking mais popular para chegar a Machu Picchu, porque consegue combinar vários ambientes, paisagens deslumbrantes e ruínas seculares. Devido à sua beleza, esta caminhada é a preferida dos viajantes, tendo que ser reservada com até 5 meses de antecedência (é necessário uma autorização, pois há um limite diário de pessoas).


Valle Sagrado y Machu Picchu

Trilha Inca percorre 42 quilômetros de selva e montanhas, visitando alguns sítios arqueológicos como: Patallacta, as ruínas de Wiñay Wayna e, claro, a cidade perdida de Machu Picchu. Além disso, oferece paisagens inesquecíveis da Cordilheira de Vilcabamba.

trilha-inca-a-machu-picchu
Foto: Denomades.com

Apesar de ser um circuito muito bonito, conseguir um lugar disponível pode ser uma verdadeira dor de cabeça. Isso ocorre porque o governo peruano limita a entrada de 500 pessoas por dia, incluindo guias (que são obrigatórios), a fim de preservar as ruínas e sítios arqueológicos.

INFORMAÇÃO E ROTA

Duração: 4 dias

Distância: 42 quilômetros

Dificuldade física: média

Caminhos: bem sinalizados

Altura máxima: 4.200 metros acima do nível do mar

Taxa de entrada: US $ 180 por pessoa

Melhor época: de maio a setembro

banner-vale-sagrado-machu-picchu-3

SALKANTAY

Além da Trilha Inca, que é a mais popular e o clássico da região, existem uma série alternativas que não requerem permissão. Dentro eles, a Salkantay é a alternativa mais popular para Machu Picchu. Esta rota abrange a parte sul da cordilheira de Vilcabamba, com belas paisagens que variam desde os pampas até a selva peruana.

Sendo uma rota menos conhecida, não tem o grande número de visitantes da Trilha Inca, e não precisa de nenhuma permissão para fazer esse trekking. Embora, ao contrário da Trilha Inca, não inclui ruínas históricas antes de chegar a Machu Picchu. Salkantay te garantirá menos investimento, trilhas com menos pessoas e uma espectacular vista panorâmica para as montanhas, especialmente da Abra Salkantay ou passo Salkantay.

trilha-salkantay-a-machu-picchu
Foto: Denomades.com

Com uma duração de 4 a 5 dias, você percorrerá diversas localidades altiplanicas, lagoas, termas e o famoso nevado Salkantay.

Duração: de 4 a 5 dias

Distância: 70 quilômetros

Dificuldade: Média

Caminhos: bem sinalizados

Altura máxima: 4.600 metros

Taxa de entrada: 10 soles por pessoa

Melhor época: de maio a setembro


Trekking Salkantay a Machu Picchu

DIFERENÇAS ENTRE AMBOS CIRCUITOS

  • RUÍNAS ARQUEOLÓGICAS

Se o seu interesse é conhecer a fundo o que resta da cultura Inca, a Trilha Inca é a opção adequada, pois o percurso inclui visitas a várias ruínas arqueológicas, e grande parte do caminho em si é feito de pedra, que permaneceram desde os tempos incas.

Por outro lado, se seu interesse é observar a natureza, Salkantay é uma excelente alternativa.

  • MAIS BARATO

Ao contrário da famosa Trilha Inca, onde você tem que pagar uma permissão e um guia para fazer o trekking, para realizar o Salkantay não é necessário qualquer tipo de licença ou admissão (exceto o ticket de entrada para Machu Picchu). Para aqueles viajantes que querem poupar dinheiro, Salkantay é a melhor alternativa.

  • NECESSIDADE DE PLANEJAMENTO

Embora ambos os circuitos precisem de planejamento, para realizar a Trilha Inca, isso deve ser extremamente antecipado e organizado. Para conseguir fazer este trekking na alta temporada, você deve comprar o ticket com pelo menos 5 meses de antecedência. Nesse sentido, é sempre aconselhável fazer orçamento e comprar o passeio com uma agência de viagens, onde você pode ficar mais relaxado e aproveitar esta caminhada.

Por outro lado, Salkantay não precisa de muita antecedência, podendo ir de forma independente ou através de uma agência. Embora seja sempre aconselhável fazer este circuito com um guia, pois eles têm o conhecimento para orientá-lo no percurso.

QUAL TRILHA ESCOLHER?

Em resumo, para escolher uma dessas opções, você deve levar em conta o tipo de viagem que deseja fazer.

  • TRILHA INCA

Se você quiser conhecer as espetaculares ruínas deixadas pelos Incas, em uma das rotas clássicas para a Cidade Sagrada, a Trilha Inca é a sua escolha. Embora seja difícil encontrar e reserva, definitivamente vale a pena.

banner-salkantay-machu-picchu-3
  • SALKANTAY

Se o seu orçamento para a viagem é limitado e você planejou com menos antecipação, indicamos a Salkantay. Embora neste percurso você não veja ruínas arqueológicas, é possível se conectar com a natureza de uma forma mais profunda, com menos pessoas ao seu redor e com toda a beleza desta região do Peru, visitando desde paisagens montanhosas até a selva.

Confira o nosso vídeo do nosso trekking Salkantay a Machu Picchu:


Tours a Machu Picchu
(Visited 1.341 times, 1 visits today)